Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Formação é ofertada em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) está oferecendo aos servidores um curso pioneiro de formação de Técnico em Órteses e Próteses. Em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a formação tem duração de 16 meses e ocorrerá, simultaneamente, em quase todas as capitais brasileiras. O objetivo é habilitar profissionais para atenderem as demandas de pacientes que precisam de Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção.

A formação técnica soma 1.200 horas de aula, distribuídas em atividades teóricas e práticas, no decorrer de 64 semanas. Segundo a gerente de Policlínicas, Liliana Lima Melo, o curso será o primeiro dessa categoria no país a ter autorização e reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

“O curso técnico vem trazer legitimidade a essa categoria por meio da formação curricular, considerando que a referida já atua junto a equipe multidisciplinar no processo de reabilitação na rede estadual de saúde. A formação virá para qualificar a assistência já ofertada por estes profissionais visto que a maioria já atua na Oficina Ortopédica, no CER II, na Policlínica Antônio Aleixo”, explicou.

Composição – O curso conta com 15 participantes, dos quais 12 são servidores da SES-AM que atuam na Oficina Ortopédica Fixa (OOF), do Centro Especializado em Reabilitação (CER) II. A lista inclui também um membro do Abrigo Moacyr Alves, do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) e da comunidade da Colônia Antônio Aleixo.

Qualificação teórico-prática – As aulas serão distribuídas em atividades teóricas e práticas, num período de 64 semanas. De acordo com a gerente, o curso iniciou na segunda-feira (22/02), com a substituição das atividades presenciais por remotas. A partir da liberação de protocolos de segurança, as práticas serão realizadas na Oficina Ortopédica Fixa do CER II, na Policlínica Antônio Aleixo.

“O curso é um momento ímpar na história, porque os profissionais estarão legalmente habilitados para desenvolver sua profissão, devidamente certificados e reconhecidos pelo MEC. E ficará mais fácil para a SES-AM desenvolver os projetos de criação de uma nova OOF no Estado (CER IV) e de uma Oficina Ortopédica Itinerante, terrestre ou fluvial, para suprir as demandas do interior”, afirmou um dos instrutores do curso, Carlos Henrique Barroso.

Todo o material didático já foi entregue aos alunos. Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e insumos para confecção das órteses, próteses e adequações posturais serão fornecidos pelo Ministério da Saúde.

FOTOS: Geyziara Brandão/SES-AM

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin