Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Durante o encontro, foram apresentados resultados das ações no período da pandemia e diretrizes para a nova fase

Nesta sexta-feira (31/7), a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa promoveu um encontro com assessores e diretores da pasta para realizar um diagnóstico organizacional. No encontro, que aconteceu no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, também foram apresentados os resultados das ações no período da pandemia, um relatório de Comunicação dos primeiros seis meses de 2020 e um levantamento da manutenção de equipamentos, além de uma avaliação das atividades do ano anterior e as diretrizes para a nova fase.

Segundo o secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, a proposta é ampliar o diálogo dentro da pasta para oferecer um melhor atendimento aos diferentes públicos da secretaria, entre eles, artistas, técnicos, profissionais da Economia Criativa e a população.

“É importante que todos entendam o processo que eles fazem parte para, desta forma, dar celeridade em todas as ações do órgão”, afirma o secretário. “Este diagnóstico é fundamental para nossa estruturação porque podemos avaliar os procedimentos, identificar os ajustes necessários e pensar como vamos conduzir as atividades a partir de agora”, complementou.

Lei Aldir Blanc – Outro tema abordado, durante a reunião, foi a Lei nº 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc, voltada a auxiliar os trabalhadores da cadeia produtiva da cultura. A capacitação acerca da lei para colaboradores da pasta iniciou neste mês, no lançamento do guia prático sobre a ação emergencial. Por meio dela, pretende-se transferir para estados e municípios R$ 3 bilhões destinados a trabalhadores da cultura, artistas e pequenas empresas do setor.

Foto: Michael Dantas

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin