Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Com pagamentos, Governo do Estado vai injetar R$ 229 milhões em dois dias

Mais de 90 mil servidores públicos ativos e inativos do Governo do Amazonas receberão, entre esta quinta-feira (25/06) e sexta-feira (26/06) a primeira parcela do 13º salário. O montante de R$ 229,4 milhões vai aquecer, principalmente, os setores do comércio, varejista e de serviços, que estão em processo de retomada gradual das atividades, após as paralisações devido à pandemia de Covid-19.

A primeira parcela equivale a 50% do salário bruto. Não há desconto do imposto de renda nem da Amazonprev, que serão recolhidos no pagamento da última parcela do décimo terceiro, no segundo semestre. A expectativa é que os recursos gerem novo fôlego e ajudem a movimentar a economia, em todo o Amazonas.

“A injeção de recursos na economia tem o poder de reanimar a economia, de gerar expectativas novas, entusiasmo. E, acima de tudo vai manter empregos ou vai estimular a contratação de novos empregos. Nós tivemos uma retração, só no mês de maio, de 12%. Os números informais cresceram muito”, avaliou Aderson Frota, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas (Fecomércio).

Segundo Frota, ao pagar a parcela do décimo terceiro, o Governo age “com sensibilidade e percepção de como funciona a economia, porque são as empresas que geram os impostos que vão abastecer os recursos do Estado”.

O presidente da Fecomércio ressalta ainda que a antecipação do 13º representa um marco no processo de retomada das atividades econômicas. “Hoje podemos registrar que estamos vivendo um novo momento. As vendas começam a crescer. O mercado que começou a desempregar está voltando a respirar e contratando de novo. Nós esperamos que essa curva se acelere mais ainda de forma positiva, essa é a expectativa de todos os empresários do setor de comércio e serviços”, reforçou.

Benefício – Mesmo com o aumento nas despesas com pessoal no primeiro quadrimestre de 2020, de 0,35%, que corresponde a R$ 8 milhões, o Estado do Amazonas conseguirá honrar o compromisso com os servidores. “Não poderia ter outra maneira melhor de o Governo se preocupar com a gente, porque isso nos ajuda bastante a resolver nossas coisas, nossa família, educação, alimentação, dentro de casa principalmente”, considerou a assessora técnica Yanna Bruna.

“Já vinha pensando no 13º salário para terminar umas pequenas obras na minha casa e, como veio esse adiantamento, nessa semana mesmo já aproveitei para começar”, destacou a servidora Marcicleide Rodrigues.

“Vai ser um orçamento significativo, até porque a parcela do 13º salário, todos nós já fazemos uma previsão para ela, um orçamento, alguma coisa. Então vai ser um benefício muito bom para todos os servidores, com certeza”, pontuou a assessora jurídica Maria Leal.

FOTOS: Márcio Azevedo/Secom

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin