Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Com redução da demanda, FVS encerrou atividades nesta sexta-feira

Um total de 6.133 pessoas foram atendidas no posto de testagem rápida de Covid-19, que foi montado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) na Escola Superior de Ciência e Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), zona sul de Manaus. A oferta de testes rápidos foi encerrada nesta sexta-feira (31/07), no local, que estava funcionando desde o dia 28 de abril.

Foram atendidos profissionais da saúde e colaboradores da UEA no posto. As coletas eram feitas no sistema drive-thru, permitindo que os profissionais ficassem dentro dos veículos, minimizando o contato e descartando aglomerações.

“Nós tivemos 6.133 testes realizados e desses, tivemos uma positividade de 25%, o que correspondeu a 1.573 casos. Então, consideramos que a missão foi plenamente cumprida no sentido de garantir que os profissionais de saúde tivessem acesso aos exames e que eles pudessem evitar ser foco de contaminação, na medida em que, se identificando positivos, eles se afastavam do serviço, mantinham o isolamento e o período de quarentena, o que certamente contribuiu muito para reduzir a transmissão dos casos”, observou Rosemary Costa Pinto, diretora-presidente da FVS-AM.

De acordo com dados da FVS, foi detectada uma redução de 65% na positividade dos testes. Em abril, a média de profissionais de saúde que testaram positivo para o novo coronavírus (SARS-CoV-2), que causa Covid-19, era de 29%. Em julho, essa média reduziu para 10%.

Os testes para profissionais da rede pública e privada seguem sendo realizados, por agendamento, no estacionamento da Escola de Enfermagem de Manaus, da Universidade Federal do Amazonas (EEM/Ufam), zona centro-sul da capital. Mais informações sobre agendamento podem ser obtidas no site da FVS-AM (https://bit.ly/2WIbaO7).

Fotos: Arthur Castro/Secom

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin