Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Sensibilizar as pessoas quanto aos efeitos nocivos do uso de drogas lícitas e ilícitas, visando informá-las quanto à prevenção e ao abandono do vício é a missão do programa Pró-Vida, da Polícia Civil do Amazonas. Criado em 22 de julho de 1998, o programa já beneficiou mais de 180 mil pessoas na capital e interior com palestras e trabalhos de orientação, em escolas, empresas, grupos familiares, religiosos e filantrópicos.

Aproximadamente 20 mil pessoas de comunidades do interior do estado tiveram acesso às informações de prevenção e combate às drogas. Segundo o coordenador da ação, o investigador Renato Elias, o programa está ativo e atuando na Delegacia de Polícia Geral, localizada na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus.

“O Pró-Vida trabalha com demanda, os pedidos são formalizados ao delegado geral, e em seguida é feito o agendamento para atendimento”, disse o coordenador.

Durante as palestras, são abordados assuntos como convivência familiar e na sociedade, sexualidade e gravidez na adolescência, qualidade de vida e uso de drogas. A equipe do programa utiliza materiais informativos, como folders, cartazes, banners e vídeos.

O Pró-Vida já atingiu 120 mil alunos e cerca de 8 mil professores das redes públicas e particular. No âmbito familiar, mais de 9,5 mil pais e aproximadamente 32,5 mil igrejas e funcionários de empresas participaram de atividades, e tiveram acesso às informações sobre prevenção e combate às drogas.

Antes da realização de qualquer atividade nas comunidades, é feito um diagnóstico e estudo de campo para conhecer a realidade daquela área, e assim elaborar um material didático direcionado. O foco é trabalhar diretamente no que o cidadão está precisando, estabelecendo uma ordem de prioridade.

FOTOS: Divulgação/PC-AM

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin