Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

 

Um evento de conscientização e educação sobre a prevenção ao câncer de mama e do colo de útero aconteceu, nesta quarta-feira (21/10), para as mulheres encarceradas do sistema prisional de Manaus. A programação foi fruto de parceria entre a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e o Instituto da Mulher Dona Lindu, que uniram forças para trazer melhorias com foco na saúde desse público.

A programação aconteceu em duas ocasiões. Logo pela manhã, no Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), em seguida, na Penitenciária Feminina de Manaus (PFM). Atividades lúdicas e informativas foram desenvolvidas com todas as apenadas pela gerente de Enfermagem do Dona Lindu, Gracimar Fecury.

A palestra interativa com o público, apresentando vídeos e realizando dinâmicas motivacionais levou conhecimento de si às mulheres presentes. “O câncer de mama age silenciosamente, mas quando é detectado no início, através de algum exame preventivo, nós conseguimos parar esse corpo estranho. E o primeiro cuidado começa com as nossas mãos, fazendo o autoexame todas as manhãs”, alertou Gracimar.

Alerta – Além do autoexame, a palestrante falou também da necessidade da prevenção, fazendo mamografia no tempo certo. Todos os anos, no Brasil, morrem mais de cinco mil mulheres da doença. E a região norte está na triste posição de primeiro lugar nesse ranking.

Com tal resultado, a gerente administrativa do Dona Lindu, Rosiene Bentes Lobo, afirma que o Instituto tem se esforçado para fazer com que as informações cheguem a todas as mulheres. “Nós estamos tentando fazer com que essa informação chegue cada vez mais as nossas mulheres e que elas transportem essas informações umas para as outras. Entendendo que a prevenção é a melhor forma de combater”, afirmou. Foi a primeira vez que o Instituto esteve dentro de uma unidade prisional.

“O Instituto é uma casa que está de portas abertas a todos. Fomos procurados pela Seap, acolhemos a ideia e estamos aqui pela primeira vez, com essas mulheres que precisam de informações, que precisam ver que o Estado está olhando por elas e a sociedade quer agregá-las”, finalizou Lobo.

A coordenadora de Saúde do Sistema Prisional do Amazonas (CSSP/AM) da Seap, Alyne Botelho, que esteve à frente da parceria, falou do objetivo de mais essa ação em alusão ao “Outubro Rosa”. “A prevenção salva vidas, por isso, a secretaria, preocupada com as mulheres que estão sob custódia, buscou levar até elas o conhecimento e levantar a autoestima delas porque a autoestima elevada evita várias doenças”.

Exame preventivo – A parceria da Seap com o Instituto da Mulher Dona Lindu também se desdobrará na análise da coleta dos exames preventivos que as reeducandas irão realizar ainda nesta semana dentro das unidades femininas. Com o resultado pronto, o Instituto enviará para o setor de saúde da Seap que, por sua vez, tomará as providências quanto ao tratamento das internas, caso necessário.

Fotos: Divulgação/Seap

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin