Canal 513 NET
Canal 2.1
Rádio FM 97.7
Mano App

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Órgão também realiza o transporte de pacientes que voltam para Manaus após tratamento da Covid-19 em outro estado

O Governo do Amazonas, através da Casa Militar, deu início, nesta sexta-feira (29/01), ao transporte de 13.768 doses das vacinas AstraZeneca e Coronavac para atender 15 municípios de diferentes calhas dos rios. A orientação partiu da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). Os imunizantes serão entregues às prefeituras, as quais são responsáveis pela execução da vacinação, conforme preconiza o Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde (MS).

O chefe da Casa Militar do Governo do Estado, coronel Fabiano Bó, explica que um plano logístico foi elaborado, de forma a realizar as entregas o mais rápido possível. O Amazonas possui 62 municípios, já contando com a capital. As demais prefeituras providenciaram o envio por conta própria.

Uma equipe de seis pessoas que integram o Departamento de Aviação da Casa Militar participa da entrega, que será feita de duas formas. A primeira, com aviões de médio porte, que acessarão municípios com pistas de pouso mais longas. Já as cidades com pistas precárias, receberão os imunizantes através de anfíbios, aeronaves capazes de pousar na água.

A Casa Militar tem atuado no apoio logístico à entrega de vacinas desde a chegada do primeiro lote de imunizantes ao Amazonas, ocorrida também em janeiro. Na ocasião, as vacinas destinadas aos municípios foram produzidas pela Sinovac/Butantam. Foram contempladas, à época, 22 cidades. “Neste novo plano, além das 22 anteriores, também abasteceremos Tabatinga”, explicou Fabiano Bó.

Ele também destacou que as destinações de insumos hospitalares e de cilindros de oxigênio medicinal ao interior estão sendo apoiadas pelo órgão, possibilitando o abastecimento de hospitais regionais e a oferta de terapia aos moradores diagnosticados com o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Outras ações – Além do suporte à distribuição de imunizantes, a Casa Militar tem trabalhado na estratégia de combate à pandemia do novo coronavírus, desenvolvida pelo Estado, providenciando transporte de pessoas acometidas pela Covid-19, que foram removidas para outros estados para tratamento especializado e que já receberam alta hospitalar.

“Em caso de óbito, viabilizamos também o traslado do corpo e o transporte dos acompanhantes e familiares, se for o caso. É uma forma de garantirmos que essas pessoas chegarão o mais breve possível em casa, sem prejuízos. Elas também recebem acompanhamento psicossocial, através do Fundo de Promoção Social (FPS)”, destacou, reforçando ainda que se trata de trabalho de cooperação mútua.

O transporte é feito diariamente, abrangendo as seguintes cidades: Goiânia, Recife, Belém, São Luís, Brasília e Natal. Pelo menos duas aeronaves de médio porte são utilizadas para o transporte.

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin